Quem não sabe pensar acredita no que pensa.

Quem sabe pensar desconfia do que pensa, e põe-se a repensar…

Seu relógio está certo?

Posted by teiversonalves em 16 de abril de 2007

Os pontuais que me desculpem, mas a resposta para a pergunta acima é não. Mesmo que você tenha acertado os ponteiros hoje pela manhã. isso porque o tempo é um conceito bem mais abstratos do que imaginamos. Para regular os relógios no mundo, o Internacional Bureau of Weights and Measures (Escritório Internacional de Pesos e Medidas), adotou em 1975 o UTC (Coordinated Universal Time – algo como “tempo coordenado universal”) como escala de tempo. Só que o UTC – uma fusão entre o tempo atômico e o tempo de rotação da terra – não é 100% preciso.

“A terra, por diversos motivos, mas principalmente por causa da energia que as marés roubam da rotação, está girando mais devagar”., diz Luiz Nunes de Oliveira, professor do Instituto de Física de São Carlos, da USP. Por isso, de tempos em tempos é preciso fazer um acerto: atrasa-se o relógio atômico em 1 segundo para que ele fique afinado com o tempo de rotação do planeta. Só que, entre um reparo e outro, os relógios atômicosacabam ficando um pouco adiantados, porém nunca mais que 1 segundo. Isso é pouco para nós, mas para setores que dependem da precisão dos relógios o desencontro de 1 segundo pode ser fatal. É o caso dos satélites, que num espaço de alguns instantes enviam e recebem toneladas de informações de um continente para outro. Até agora ninguém conseguiu encontrar a fórmula mágica para sincronizar os ponteiros. Enquanto isso, o tempo continua passando.

relógio

Uma resposta to “Seu relógio está certo?”

  1. IBISEN said

    Bem,realamente nada é 100%, mas convenhamos o relógio NFS (National Frequency Standard NIST-F1, chamado de fonte de césio) do NIST-EUA (INSTITUTO NACIONAL DE PADRÕES E TECNOLOGIA) atrasa um segundo em 20.000.000/30.000.000, aí eles se perdem no absurdo :D, segundo Resnick, Halliday e Krane, o processo é o seguinte:

    “Um dispositivo, que a meu ver parece mais uma buginganga mirabolante tipo o primeiro filme de Frankstein, átomos de césio, se movimentando com velocidade extremamente baixa, são projetadas para cima e percorrem uma distância de cerca de um metro antes de cair, sob o efeito da gravidade, de volta para sua posição de lançamento, em cerca de 1 segundo. Daí o nome fonte. A baixa velocidade desses átomos projetados torna possível realizar observações precisas da freqüência da radiação atômica que eles emitem.
    A saber, O segundo é a duração de 9.912.631.770 vibrações da radiação (de um determinado comprimento de onda) emitida por um (determinado) isótopo de átomo de césio.”

    Maiores informações: http://www.nist.gov/public_affairs/releases/n99-22.htm

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: