Quem não sabe pensar acredita no que pensa.

Quem sabe pensar desconfia do que pensa, e põe-se a repensar…

Inteligência musical

Posted by teiversonalves em 19 de março de 2007

A inteligência musical é conhecida e valorizada desde os primórdios da humanindade – faltava apenas que lhe dessem um nome. Quem a desenvolve consegue criar, comunicar e distinguir significado nos sons e em suas combinações. A maioria das pessoas aprecia música e esse apreço pode ser cultivado com a prática. Outros têm uma habilidade inata. Desde pequenos podem decodificar melodias e ritmos com maior rapidez do que palavras, números ou imagens. A habilidade musical de Wolfgang Amadeus Mozart parece ter despertado quando ele ainda era um bebê, em Salzburgo, na Áustria, onde nasceu. Filho de um professor de música, recebeu intenso aprendizado em casa e compôs seus primeiros trabalhos aos 5 anos. Adolescente, ele já era concertista requisitado pela nobreza em toda a Europa. Sua genealidade foi manifestada na fartura de sua produção artística e nas inovações que levou para as gerações futuras. Ele compôs em vários gêneros musicais, de sonatas para piano até música de câmera. Seus melhores trabalhos foram as óperas – como a famosa A Flauta Mágica – e as 68 sinfonias que deixou. Ao morrer, com apenas 35 anos, Mozart tinha aplicado sua marca na história da música.
mozart

Teiverson Alves.

4 Respostas to “Inteligência musical”

  1. IBISEN said

    É Teiverson, vc vai me achar o mais chato :-D de tanto editar comentários ;-)
    Então, lembrando que ele já tocava cravo aos 4 anos de idade (nessa fase da infância dele ainda não havia piano) e aos 7 anos tornou-se maestro, numa única passagem pelo vaticano ele foi capaz de memorizar uma música que era mantida em segredo pela igreja a música se não me engano chama-se MISÈRE (do francês miséria, penúria) e isto está no livro dos recordes.

    Também existe um novo geniozinho que faz uma música para piano em apenas 30 minutos, uma sinfonia para 40 instrumentos em 2 horas e ainda disse que a música para ele é hoby, pena que eu não lembro o nome dele, passou na record!

  2. Tharcísio Melgaço Dos Santos said

    Queria saber mais sobre pessoas que tocam músicas usando apenas 1(uma) corda no violão.

  3. Machado said

    O verdadeiro génio musical não é aquele que o demonstra, mas sim aquele que faz musica(independentemente do tempo) segundo os seus sentimentos. Se esse for realmente génio, essas musicas tocar-nos-ão se tivermos os mesmos sentimentos. Isso significa que compreendemos a música e vemos nela uma parte de nós. O verdadeiro génio não faz da música um negócio, mas sim um método de expressão.

  4. Tamíres said

    Teiverson,eu ñ sou nenhuma gênia na música sou estudante do conservatório carlos gomes,comecei a dois anos.Mas esse ñ é o assunto; o negócio é o seguinte eu tenho uma tarefa no colégio da feira de ciências e o tema é inteligências múltiplas, e eu resolvi escolher a inteligência musical,só que eu ñ sabia que tinha q misturar com matemática.Então e queria falar da música,homenageando o Mozart mas colocando a matemática,vc poderia me dar umas dicas??

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: