Quem não sabe pensar acredita no que pensa.

Quem sabe pensar desconfia do que pensa, e põe-se a repensar…

“Viver não dói”

Posted by teiversonalves em 17 de março de 2007

No mês de agosto, do ano de 2006, um poeta famoso que eu não conhecia, chamado Emilio Moura completou 100 anos, se vivo estivesse. Ele era amigo de outro grande poeta, o Drummond. Chagaram a mim alguns versos dele, e um em especial me chamou a atenção: “Viver não dói. O que dó é a vida que não se vive”.

Definitivo, como tudo o que é simples. Nossa dor não advém das coisas vividas, mas das coisas que foram sonhadas e não se cumpriram.

Por que sofremos tanto por amor? O certo seria a gente não sofrer, apenas agradecer por termos conhecido uma pessoa tão bacana, que gerou em nós um sentimento intenso e que nos fez companhia por um tempo razoável, um tempo feliz. Sofremos por quê?

Porque automaticamente esquecemos o que foi desfrutado e passamos a sofrer pelas nossas projeções irrealizadas, por todas as cidades que gostaríamos de ter conhecido ao lado do nosso amor e não conhecemos, por todos os filhos que gostaríamos de ter tido junto e não tivemos, por todos os shows e livros e silêncios que gostaríamos de ter compartilhado, e não compartilhamos. Por todos os beijos cancelados, pela eternidade interrompida.

Sofremos não porque nosso trabalho é desgastante e paga pouco, mas por todas as horas livres que deixamos de ter para ir ao cinema, para conversar com um amigo, para nadar, para namorar. Sofremos não porque nossa mãe é impaciente conosco, mas por todos os momentos em que poderíamos estar confidenciando a ela nossas mais profundas angústias se ela estivesse interessada em nos compreender. Sofremos não porque nosso time perdeu, mas pela euforia sufocada. Sofremos não porque envelhecemos, mas porque o futuro está sendo confiscado de nós, impedindo assim que mil aventuras nos aconteçam, todas aquelas com as quais sonhamos e nunca chegamos a experimentar.

Como aliviar a dor do que não foi vivido? A resposta é simples como um verso: se iludindo menos e vivendo mais.
beijos

Bom Final de semana!!

Teiverson Alves.

3 Respostas to ““Viver não dói””

  1. magda said

    é isso a tal felicidade realista, acho q texto do Drumond tbm, não é menino poeta? Bom ler isso logo pela manha, e lembrando Paulo Freire que bom que o processo de aprender é a cada minuto e agradecendo a Jah me proporcionou a graça de nessa manha de sabado re lembrar essas coisas e atraves de vc. bjus

  2. [i]
    Salve! Salve Magda!
    Sendo assim pra você..
    Também é pra mim.
    Jah esteja conosco sempre.
    beijos
    =]

  3. Ah… Mas quem ama sofre! E quem não ama sofre mais. Bonito é saber lidar com as frustrações, sem dúvidas. Aprender com o que for real, com as experiências dos outros também e coisa e tal. Mas gostei do poema! “Viver não dói. O que dói é a vida que não se vive”.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: